Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

Operações do Pix à noite terão limite de R$ 1 mil a partir de hoje

A partir de hoje (4), as transferências e pagamentos feitos por pessoas físicas entre as 20h e as 6h terão limite de R$ 1 mil. A medida foi aprovada pelo Banco Central (BC) em setembro, com o objetivo de coibir os casos de fraudes, sequestros e roubos noturnos.

As contas de pessoas jurídicas não foram afetadas pelas novas regras. A restrição vale tanto para transações por Pix, sistema de pagamento instantâneo, quanto para outros meios de pagamento, como transferências intrabancárias, via Transferência Eletrônica Disponível (TED) e Documento de Ordem de Crédito (DOC), pagamentos de boletos e compras com cartões de débitos.

O cliente poderá alterar os limites das transações por meio dos canais de atendimento eletrônico das instituições financeiras. No entanto, os aumentos serão efetivados de 24 horas a 48 horas após o pedido, em vez de ser concedidos instantaneamente, como era feito por alguns bancos.

As instituições financeiras também devem oferecer aos clientes a possibilidade de definir limites distintos de movimentação no Pix durante o dia e a noite, permitindo limites mais baixos no período noturno. Ainda será permitido o cadastramento prévio de contas que poderão receber Pix acima dos limites estabelecidos, mantendo os limites baixos para as demais transações.

Na semana passada, o BC estabeleceu medidas adicionais de segurança para o sistema instantâneo de pagamentos, que entrarão em vigor em 16 de novembro. Uma delas é o bloqueio do recebimento de transferências via Pix a pessoas físicas por até 72 horas, caso haja suspeita de que a conta beneficiada seja usada para fraudes.

Agência Brasil

Foto: PMRN

Lei Seca autua 69 motoristas por embriaguez ao volante em Santa Cruz

Uma blitz da Operação Lei Seca autuou 69 condutores por embriaguez ao volante na cidade de Santa Cruz. A fiscalização aconteceu na madrugada deste domingo (3).

Todos os condutores se recusaram a fazer o teste de etilômetro e foram multados em R$ 2.934,70, além de terem o direito de dirigir suspenso por 12 meses.

Ao todo, foram abordados 549 veículos, lavrados 45 autos por infração diversas e 11 veículos removidos.

Foto: Aliyah Jamous/Unsplash

Polícia Civil prende suspeito por violência contra mulher

Policiais civis da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) de Mossoró deram cumprimento, nesta terça-feira (28), a um mandado de prisão preventiva em desfavor de Lenilson da Silva Peixoto, 35 anos. Ele foi preso no bairro Belo Horizonte, em Mossoró, por descumprimento de Medidas Protetivas de Urgência (MPUs), no contexto da Lei Maria da Penha.

O suspeito foi conduzido até a delegacia e encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Foto: Marcelino Neto

Adolescente de 13 anos é espancada e morta com corte no pescoço

O corpo de Maria Josefa da Silva Souza, de apenas 13 anos, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (27) em uma rua projetada, no bairro Núcleo Manoel Vieira, na cidade de São Manoel, no Oeste do Rio Grande do Norte. O crime tem características brutais.

“A adolescente foi espancada de forma violenta e sofreu um ferimento na parte anterior, ou lateral direita ou lateral esquerda do pescoço, onde ocorre a subdivisão das partes moles da região anterior do pescoço, conhecida também como esgorjamento, pela medicina legal, lesão essa produzido por instrumento cortocontundente – vide degolamento”, relatou o ITEP.

Foto: Polícia Civil

Polícia Civil prende suspeito por homicídio no Maranhão

Policiais civis da 4ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Pau dos Ferros deram cumprimento, nesta quarta-feira (22), a um mandado de prisão em desfavor de Francisco Ruilene de Bezerra. Ele foi detido em Pau dos Ferros, pela suspeita da prática do crime de homicídio.

O mandado foi expedido pela Justiça do Maranhão, referente ao crime que vitimou, no último sábado (18), na cidade de Grajaú, no Maranhão, Alexandre Rauilson Nunes Maniçoba, 39 anos. Segundo as investigações, o suspeito estava no local, trabalhando como crediarista junto à vítima, quando entraram em desentendimento. Após o conflito, a vítima já estava deitada em uma rede quando foi surpreendida por Francisco Ruilene, que desferiu golpes de faca.

O possível autor do crime se apresentou na unidade policial e, em seguida, foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Ação conjunta do MPRN e PM prende foragido de Justiça em Parnamirim

Uma ação conjunta do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) e da Polícia Militar resultou na prisão de um homem suspeito de envolvimento em homicídios e roubos registrados na região oeste do estado. A ação foi realizada nesta sexta-feira (17) no bairro de Nova Parnamirim, em Parnamirim. Contra esse homem, havia dois mandados de prisão pendentes de cumprimento.  

O foragido foi localizado após um trabalho de inteligência desenvolvido pelo MPRN. Com a informação de seu paradeiro, os policiais militares foram até o local indicado e efetuaram a prisão. O suspeito ainda resistiu, efetuando disparos de arma de fogo contra os PMs, mas acabou capturado. O revólver que estava em poder do suspeito foi apreendido. O homem foi levado à delegacia de polícia do bairro e, em seguida, encaminhado ao sistema prisional potiguar, onde permanecerá à disposição da Justiça.

O Homem preso é suspeito de envolvimento em homicídios e crimes contra o patrimônio praticados na região oeste do estado. Ele foi capturado após trocar tiros com PM no bairro de Nova Parnamirim.

Foto: Polícia Civil

Polícia Civil prende ex-integrante da “quadrilha de Valdetário Carneiro”

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Mossoró prenderam, nesta quarta-feira (15), Pedro Rocha Filho, 63 anos. Ele foi preso no bairro Redenção, em Mossoró.

Em desfavor de Pedro Rocha, havia um mandado de prisão, decorrente de sentença condenatória, pela prática dos crimes de roubo e associação criminosa; ele era conhecido por integrar a “quadrilha de Valdetário Carneiro”.

Pedro Rocha Filho foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Foto: Reprodução

Polícia conclui inquérito sobre morte de comerciante em Natal; irmã da vítima e mais cinco são indiciados

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluíram, nesta terça-feira (14), o inquérito policial referente ao crime de homicídio que vitimou Pollyana Nataluska Costa de Medeiros, 22 anos, ocorrido no dia 18 de maio, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, em Natal. A investigação resultou no indiciamento de seis pessoas pelos crimes de homicídio qualificado e associação criminosa.

O inquérito policial foi concluído após a deflagração de duas fases da Operação “Off Road”, que teve como objetivo o cumprimento de mandados de prisão em desfavor dos envolvidos. Na primeira fase, foram detidos: Alcivan Bernardo da Silva, conhecido como “Bileu”, apontado como condutor da moto utilizada no dia do crime; João Paulo Rocha, conhecido como “Rocha”, apontado como o autor do disparo, e Orklisthye Mayklie Moronel Matias de Oliveira, conhecido como “Maikon”, dono da motocicleta utilizada na ação.

Já na segunda fase, os cumprimentos de mandados foram em desfavor dos possíveis mandantes do crime: a irmã da vítima, Paloma Nataluska Costa de Medeiros; o cunhado da vítima, Luciano Cabral de Souza; e Josivan Pereira da Silva.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Sobre o crime

O homicídio foi praticado no dia 18 de maio deste ano, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal. Quando os dois suspeitos chegaram ao estabelecimento comercial em que Pollyana Nataluska trabalhava, realizaram a abordagem e conduziram a vítima até a parte de trás do estabelecimento, onde efetuaram um disparo.

Foto: SESED

PM prende casal suspeito pela tentativa de assalto que deixou policial penal baleado em Pipa

Uma barreira de monitoramento realizada pelo Pelotão Turístico de Pipa do 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM), com apoio da Companhia Independente de Operações e Patrulhamento Rural (CIOPAR), no início da noite desta terça-feira (14), em Goianinha, prendeu o casal suspeito pela ocorrência de tentativa de assalto que deixou um policial penal baleado na praia da Pipa, nesta tarde.

Com base em imagens obtidas por meio das câmeras de segurança da região onde fica a pousada em que houve a ocorrência, a Polícia Militar identificou os suspeitos e realizou diversas diligências durante a tarde, até o momento da prisão, na cidade de Goianinha.

Os policiais apreenderam com o casal a arma utilizada para disparar contra o policial penal horas antes.

A ação contou ainda com apoio da Polícia Civil e 3°CPM de Goianinha.