Foto: Carlos Reinis/Band

MasterChef Brasil promove repescagem entre os 13 participantes eliminados

O clima de tensão promete tomar conta da cozinha mais famosa do país na próxima terça-feira (5). No 14º episódio da temporada do MasterChef Brasil, os 13 eliminados voltam ao estúdio para uma repescagem. Na primeira etapa do programa, eles terão de vencer três rounds com a proteína mais consumida no mundo: o frango.

Mas, como nada é tão simples no talent show da Band, os cozinheiros vão receber uma ave inteira e, à medida em que disputam as fases, devem escolher apenas uma parte para compor a receita, o que demanda conhecimento, habilidade e estratégia. Para complicar a vida dos participantes, o tempo de prova também será mais apertado.

Primeiro são 45 minutos, depois 30 minutos e, por último, apenas 20 minutos, ou seja, saber escolher a parte do frango para cada momento é fundamental. Mais afiados do que nunca, os jurados Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça não vão aceitar receitas secas e sem coerência. Alguns voltam para casa logo de cara e, quem sobreviver, segue para uma prova de fogo.

No segundo desafio, os competidores vão encarar uma disputa em dupla. A proposta é que eles façam versões de comidas de rua de três países diferentes: tempurá (Japão), ceviche (Peru) e taco (México). São pratos complexos, cheios de sabores e processos. Os pares vão trabalhar ao mesmo tempo e precisam se organizar para dividir as tarefas.

Para dar um apoio moral, o programa traz Vitor Bourguignon, que venceu uma repescagem durante a quarta temporada, em 2017, e foi campeão do MasterChef – A Revanche em 2019, e Hugo Merchan, que também garantiu uma nova chance no jogo e ficou em segundo lugar na quinta temporada, em 2018.

Ao final do tempo estipulado, os participantes apresentam suas criações e os chefs elegem a melhor dupla da noite, que irá se enfrentar para conquistar a vaga da repescagem. No entanto, uma surpresa muda totalmente o rumo da competição, deixando os competidores apavorados.

Premiação
Além do troféu, grande símbolo do melhor chef amador do país, a SumUp irá rechear a conta do melhor cozinheiro da temporada com R$ 300 mil. A empresa também vai oferecer ao vencedor de cada prova individual um prêmio de mil reais. O novo MasterChef Brasil ganhará da Amazon R$ 5 mil em compras por mês, durante um ano, para ser usado na loja amazon.com.br. Já a Claro vai levá-lo com um acompanhante para um destino gastronômico inesquecível, com o intuito de conectá-lo com tudo o que mais ama.

A Britânia dará ao vencedor produtos dignos de chef, enquanto a Brastemp o presenteará com uma cozinha completa da linha Gourmand. Já a Seara convidará o vencedor a participar do time de Chefs Influenciadores da marca para o desenvolvimento de receitas. O grande campeão ainda terá a oportunidade de fazer um curso de técnicas tradicionais da culinária francesa na Le Cordon Bleu Brasil. O segundo colocado também ganhará um curso de habilidades e técnicas da pâtisserie.

O MasterChef Brasil é uma coprodução Band/Endemol Shine Brasil/Discovery Home & Health baseada no formato da Endemol Shine Group. O talent show vai ao ar toda terça-feira, às 22h30, na tela da Band, com transmissão simultânea no Portal da Band e no aplicativo Bandplay. A atração também é exibida toda sexta-feira, às 19h40, no canal Discovery Home & Health.

Foto: Kelly Fuzaro / Band

Band apresenta nova programação para 2022; veja as novidades

Em um evento voltado para o mercado publicitário e para a imprensa, a Band anunciou nesta quinta-feira (30) a grade de programação de 2022. Entre as novidades, anunciadas pelos mestres de cerimônia Glenda Kozlowski e Zeca Camargo, estão o programa de Fausto Silva, o Perrengue na Band, e o game show Mil e Uma Perguntas, comandado pelo próprio Zeca.

“O mercado pode esperar uma grade muito mais interativa com o público de casa, mais participativa. Os anunciantes terão uma janela para criar e participar de tudo que está acontecendo. A Band é uma televisão que vem se transformando e se movimentando. Mostramos para o mercado que trabalhamos para sermos melhores do que nós mesmos todos os dias. A Band, a partir de agora, precisa ser olhada de um outro patamar porque o resultado que ela vai trazer é muito maior do que trouxe até hoje”, avalia Cris Moreira, diretor geral de Comercialização do Grupo Bandeirantes.

O momento mais esperado do encontro foi o anúncio do retorno de Fausto Silva à Band após mais de três décadas. “O Faustão na Band já é uma realidade para todos nós, que estamos vivendo aqui, no dia a dia, construindo um dos maiores projetos da nossa carreira. Muitas novidades estão sendo preparadas por mais de 300 profissionais das mais diversas áreas. Vamos trazer um programa voltado para a família brasileira. Não um simples programa, mas sim uma programação com retorno da alegria aos lares brasileiros. Essa é a nossa maior missão”, garante Cris Gomes, diretor da atração. 

A partir de janeiro, Faustão na Band vai ao ar de segunda a sexta-feira, em horário nobre, diferente a cada dia. “Teremos muitas histórias, brincadeiras, humor, música e diversão na tela Band, além de recursos 3D, as melhores câmeras e computação gráfica. A alegria já tem hora e dia para voltar”, conta o diretor. 

Um dos principais pilares da Band sempre foi o Jornalismo. A emissora une credibilidade e análise dos fatos com o compromisso de levar a melhor informação, além de ser o primeiro canal a entrar ao vivo todos os dias, às 3h45, abrindo as transmissões com o 1º Jornal, comandado por João Paulo Vergueiro. Ao todo, são 12 horas de jornalismo ao vivo diariamente. Isso sem falar das emissoras espalhadas por todas as regiões do Brasil, dos correspondentes internacionais e do maior número de parcerias com agências de notícias do mundo.

No ano que vem, a Band promete chegar mais uma vez na frente com a cobertura das eleições e os debates. “O compromisso do Jornalismo da Band com as eleições cresce de dois em dois anos. A cada cobertura, novos saltos de qualidade são acrescentados para atender as expectativas do nosso telespectador, que também cresce. É uma pressão saudável. Para 2022, vamos captar com a nossa rede de emissoras próprias e afiliadas as necessidades e anseios da população durante toda a campanha e nesta perspectiva nossos debates, que também terão novidades e inovações como nas últimas eleições. Vamos expor mais completamente os candidatos e suas ideias dando melhores condições de escolha aos eleitores”, afirma Fernando Mitre, diretor nacional de Jornalismo.

O jornalismo da Band também tem seu viés social. Neste ano, a emissora fez a maior campanha do país para combater a fome, em que foram arrecadados mais de R$ 100 milhões em doações com ajuda das grandes empresas do Brasil e da audiência. Não à toa, uma pesquisa do Datafolha apontou o Grupo Bandeirantes de Comunicação como uma das marcas mais solidárias durante a pandemia.

Um dos projetos mais inovadores da Band esse ano foi o Microfone Aberto, que teve uma entrega inédita de streaming na televisão brasileira. O reality show marcou ineditismo ao conectar a audiência da TV à chegada de uma nova plataforma de vídeos curtos no Brasil: o Kwai. A busca pelo novo comentarista do Jogo Aberto gerou mais de 1,8 milhões de views e engajou mais de 97 mil inscritos a sonhar com uma vaga na mesa redonda mais irreverente do país.

Não há dúvidas que a Band é o Canal do Esporte. São quase 40 horas semanais de programação dedicada às mais diversas coberturas do esporte mundial. Destaque para as mulheres brilhando na transmissão do futebol feminino, que gerou a melhor noite de domingo em termos de audiência no dia 26 de setembro durante a final entre Corinthians e Palmeiras. No ano que vem, tem mais campeonato feminino exclusivo na TV aberta.

A NBA estará de volta para mais uma temporada do melhor do basquete mundial já a partir de 21 de outubro. E não dá para falar de esporte sem lembrar que a Band se tornou a plataforma do automobilismo brasileiro. Tem Copa Truck, Porsche Cup, Stock Car e, é claro, a Fórmula 1, que tem sido um dos grandes trunfos com números históricos aos domingos.

Tudo o que o público via de longe na Fórmula 1, e talvez não entendesse, agora pode mergulhar com Mariana Becker por um passeio pelos bastidores e grids de largada. “A F1 está vivendo um momento histórico e aqui na Band nós trazemos quem está nos assistindo para dentro desse grande espetáculo”, explica a repórter.

“Em 2022 teremos uma Fórmula 1 totalmente nova, com muito mais competidores, novos carros e talvez até 10 equipes competindo pelas vitórias e pelo título”, completa o comentarista Reginaldo Leme que participou do evento ao lado do narrador Sergio Mauricio.

Edu Guedes, que além de pilotar as panelas, é piloto na Porsche Cup, vem com mais uma temporada de The Chef em 2022.

Ticiana Villas Boas também seguirá mostrando se as mães dos famosos realmente entendem de cozinha no Duelo de Mães. Ainda tem Catia Fonseca, no Melhor da Tarde, com muito mais novidades, e uma nova temporada do MasterChef Brasil, que já é uma marca consolidada na audiência. “Em 2021, a edição teve o maior resultado de entregas comerciais da história, sempre inovando e contando com a criatividade da equipe, como o anúncio da jurada Helena Rizzo, que foi feito em primeira mão no TikTok e repercutiu em toda a imprensa”, destaca a apresentadora Ana Paula Padrão.  

Para deixar as noites ainda mais divertidas, Zeca Camargo passa a comandar o game show Mil e Uma Perguntas. “Vai ser um programa diferente. Queremos envolver os participantes e os telespectadores de outra maneira. Serão sempre duplas competindo, com muita animação e um pouquinho de tensão. A ideia é encerrar a noite com muita alegria e cultura pop”, adianta o apresentador.

Aos domingos, o clima de descontração fica por conta de Tatola GodasDennys MottaRicardinho Mendonça e Ângelo Campos, que chegam para apresentar uma atração com muito humor. “Estamos muito felizes e emocionados de estarmos aqui porque a Band é um canal de televisão que sempre assistimos. É a realização de um sonho de quatro amigos de verdade, que se conhecem há muitos anos”, ressalta Tatola, líder da trupe.

Foto: CARITO CAVALCANTE

Veja a programação cultural virtual dos projetos Dançando nas Dunas e Som da Mata

O projeto Dançando nas Dunas, em mais uma edição virtual apresenta no próximo sábado (25) recebe o espetáculo “Querendo” da Cia Entre Nós Coletivo de Criação, com direção de Diana Fontes, coreografia de Henrique Rodovalho (Goiás/BR), trilha sonora de Danilo Guanais e interpretação dos bailarinos João Alexandre Lima, Thazio Menezes e Thaíse Galvão. A produção audiovisual é da Praieira Filmes.

“Querendo” fala sobre a tentativa de construir um relacionamento amoroso, encontros e desencontros, os interesses paralelos e até um imaginário aguçado, dando asas ao público para construir o seu próprio entendimento. Sob a ótica e criatividade do renomado Henrique Rodovalho, carimba com seu estilo peculiar e único, várias interrogativas, sempre com humor e movimentação cotidiana, de fácil assimilação, assim como diferentes percepções. Pode ser um jogo, um assédio, ou simplesmente, imaginação de cada componente.

A produção do Projeto Bosque Encena informa que a temporada de apresentações virtuais chega ao fim, e entra em recesso. O retorno será com a volta das apresentações presenciais. Enquanto isso, o público encontra muita alegria e diversão no canal do Youtube do Bosque Encena. Na playlist “Espetáculos”, estão catalogados 35 vídeos que mostram a arte circense, teatral e musical para crianças de todas as idades.

No domingo (26), às 16h30, o Som da Mata Virtual recebe o duo formado pelos músicos Alexandre Siqueira (violão) e Carlos Zens (flauta e saxofone). No repertório, obras consagradas de grandes compositores como Bach, Gounod, Mozart, Villa Lobos, João Pernambuco e Sivuca. A produção audiovisual é de Tiago Lima.

Natural de Recife/PE, Alexandre é a extensão do legado musical da Família Siqueira, filho de Fidja Siqueira e neto de Amaro Siqueira, ambos violonistas. Já dividiu palcos com Naná Vasconcelos, Renato Braz, Moraes Moreira, Armandinho, Biafra, Alexandre Atmarama, Alexandre Jhonson, Alexandre Moreira, Carlos Zens e Rodrigo Golveia.

Zens é daqueles que nasceu para a música, porque não dizer “nasceu para tocar flauta”, palavras do flautista francês Jean Noel Saghaard. Potiguar da cidade do Natal, imerso na música, construiu sua história com maestria nestes quase 30 anos de carreira. Atualmente faz parte da Banda Sinfônica da Cidade do Natal, da banda Atmadas e do grupo Choro do Caçuá.

Projetos

Os projetos Bosque Encena, Som da Mata e Dançando nas Dunas acontecem graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão. E contam com o apoio do Governo do Estado, através do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, que cede o espaço do Parque das Dunas, onde estão sendo gravados os eventos.

Serviços:
Dia: 25/09 (sábado)

Evento: Dançando nas Dunas – 16h30

  • Youtube: Dançando nas Dunas
  • Instagram: @dancandonasdunas
  • Facebook: dançandonasdunas

Dia: 26/09 (domingo)

Evento: Som da Mata – 16h30

  • Youtube: Som da Mata
  • Instagram: @somdamata
  • Facebook: somdamata

VÍDEO: Banda Soanata leva samba e pagode ao projeto Seis e Meia

O projeto Seis e Meia, que está de volta à cena cultural de Natal em comemoração aos seus 25 anos de história, realizou mais uma edição nesta terça-feira, 21, com transmissão ao vivo pelo canal da Band RN no Youtube e aqui no portal Band Notícias RN. A grande atração da noite foi a banda Soanata.

VEJA VÍDEO ABAIXO:

Foto: Anorc

Festa do Boi volta a acontecer de forma presencial

Em reunião com a diretoria da Associação Norte-riograndense de Criadores (Anorc), a governadora professora Fátima Bezerra confirmou apoio da gestão estadual à retomada de forma presencial da Festa do Boi. “Este é o maior evento da agropecuária do Nordeste. Vamos voltar a fazer a festa no Parque Aristófanes Fernandes, mas respeitando todos os protocolos de segurança à pandemia da Covid-19, inclusive exigindo o passaporte da vacina”, afirmou a chefe do Executivo. Em 2020 o evento aconteceu de forma virtual.

A Festa do Boi deste ano, no período de 13 a 20 de novembro, será a 59ª edição. A organização do evento é da Anorc que se responsabilizará pelo cumprimento de todos os protocolos sanitários estabelecidos. Expositores e colaboradores também deverão apresentar comprovante da vacinação já na contratação dos espaços.

Para o presidente da Anorc, Marcelo Passos o apoio do Governo do Estado é fundamental para a realização do evento. “O momento que vivemos é nervoso, enfrentamos dificuldades com a estiagem e o aumento de preços nos insumos, mas vamos fazer a retomada da festa – abrir as porteiras do parque literalmente – com muita habilidade e responsabilidade para estimular nossa atividade e a economia do RN”, afirmou, para em seguida agradecer a Governadora e a equipe de secretários “que sempre são muito receptivos. A senhora pode confiar, vamos fazer a festa com todos os protocolos e toda segurança”.

O secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape), Guilherme Saldanha, disse que o setor contribuiu muito na pandemia evitando o desabastecimento. “Vamos voltar a realizar a festa de forma presencial e, tenho certeza, vai proporcionar bons negócios”, declarou lembrando que o Governo do Estado também vem apoiando a pecuária inclusive com a entrega de feno e mais de 600 mil raquetes de palma para oferta de alimento aos rebanhos.

O Sebrae também soma no apoio à Festa do Boi e vai investir R$ 1,5 milhão, confirmou o diretor-técnico, João Hélio Cavalcanti. “E estaremos com toda a nossa equipe despachando no evento para fazer uma grandiosa edição”, anunciou.

A reunião que decidiu pela realização da Festa do Boi de forma presencial contou com a participação também do diretor-geral da Emater, César Oliveira, diretor-geral da Emparn, Rodrigo Maranhão, diretor-geral do Idiarn, Mário Manso, vice-presidente da Anorc, Marcos Teixeira e Acácio Brito e Alexandre Chaves, tesoureiro e relações públicas, respectivamente, da Anorc.

Seis e Meia desta terça-feira (21) tem Soanata cantando Só Pra Contrariar

O projeto Seis e Meia desta terça-feira, dia 21 de setembro, recebe Soanata cantando Só Pra Contrariar. O evento, com abertura de Berthone Oliveira, terá transmissão ao vivo aqui no portal Band Notícias e pelo canal do YouTube Band RN, às 18h30.

VEJA AO VIVO AQUI:

Desde a primeira edição, o projeto Seis e Meia tem seguido todos os protocolos e normas de biossegurança contra a Covid-19. Parada desde 2015, devido ao fechamento do Teatro Alberto Maranhão, a iniciativa cultura foi retomada para celebrar seus 25 anos e para celebrar a música popular brasileira.

Os shows acontecem todas as terças-feiras, seguindo até o dia 21 de dezembro. Nesta temporada, o projeto conta com patrocínio da Prefeitura do Natal, Programa Djalma Maranhão, Unimed Natal, Grupo Dunas, e a apoio cultural da Fecomercio RN, do Sesc RN, do Instituto de Radiologia, do Natal Card/Seturn Natal e do Praia Shopping, tendo a realização da Idearte Produções.

Além da transmissão ao vivo nesta terça-feria, às 18h30, pelo portal e Youtube da Band RN, também é possível assistir aos melhores momentos na tela da Band RN, todo sábado, das 18h50 às 19h20.

VÍDEO: Sesap autoriza realização de Carnatal 2021 e eventos; público deve apresentar passaporte da vacina

O governo do Rio Grande do Norte liberou eventos de massa, com a exigência do passaporte da vacina, ou seja, pelo menos uma dose de algum dos imunizantes disponíveis. Um dos eventos que vai seguir essa regra é o Carnatal de 2021, autorizado pela Sesap. Segundo o decreto, a decisão tem validade indeterminada, e pode ser revista a qualquer momento, em função da situação da pandemia aqui no estado.

VEJA VÍDEO ABAIXO:

Seis e Meia desta terça-feira tem Babal cantando Geraldo Azevedo

Hoje é dia de Projeto Seis e Meia e, logo mais às 18h30, você confere um show de Babal cantando Geraldo Azevedo. A abertura fica por conta de Bruno Josuá.

O Seis e Meia tem transmissão ao vivo aqui no portal Band Notícias RN e também no YouTube da Band RN. O projeto tem sido realizado toda terça-feira, seguindo todas as normas de biossegurança contra a Covid-19.

Além da transmissão ao vivo, os espectadores da Band RN podem assistir aos melhores momentos do projeto Seis e Meia aos sábados, em um programa especial na tela da Band, a partir das 18h50min.

Nesta temporada, o projeto conta com patrocínio da Prefeitura do Natal, Programa Djalma Maranhão, Unimed Natal, Grupo Dunas, e a apoio cultural da Fecomercio RN, do Sesc RN, do Instituto de Radiologia, do Natal Card/Seturn Natal e do Praia Shopping, tendo a realização da Idearte Produções.

Foto: TIAGO LIMA

Idema tem programação cultural virtual durante o fim de semana

Neste sábado (11), às 16h30, o projeto Dançando nas Dunas Virtual recebe o espetáculo Myoclonus, com dança, coreografia e direção do bailarino Alexandre Américo.

O espetáculo teve sua estreia em 2015 no 19º Internationale Solo-Tanz-Teather. Na ocasião, foi a única obra brasileira a ser selecionada para o evento e Alexandre, o único artista que reside nas Américas a participar. Esta obra consiste em uma intensa investigação de uma maneira de mover/ser/existir no mundo, a partir de um traço que é naturalmente tido como impossibilitador da dança. A Epilepsia Mioclônica Juvenil, distúrbio que acomete o próprio artista, impulsiona o intérprete na tentativa de expressar o movimento em seu modo mais bruto: o espasmo. A produção audiovisual do espetáculo é da Praieira Filmes.

Alexandre Américo – Bailarino. Foto: Carito Cavalcante

Na próxima manhã de domingo (12), às 10h, o Bosque Encena recebe o ilusionista Rian Razzani com o espetáculo A Mágica e seus Encantos, no qual inclui números de habilidades, médias e grandes ilusões. Profissional desde 1997, Razzani já percorreu vários estados brasileiros e países da Europa, levando sua mágica por circos conceituados como Stankowich, Le Cirque, Orfey e Golden Circus. A produção audiovisual do espetáculo é da Ilha Deserta.

Rian Razzani – Ilusionista Foto: João Augusto

O Som da Mata deste domingo recebe o Trio Sun, formado pelos músicos Paulo de Oliveira (contrabaixo), Eduardo Taufic (teclado) e Fernando Suassuna (bateria). Formado em 2002, o trio potiguar se apresentou em vários palcos pelo Brasil, entre eles o Cascavel Jazz Festival, a Feira da Música (Fortaleza/CE), o Festival BNB de Música Instrumental, e esteve presente na primeira edição do projeto Som da Mata.

O grupo faz uma fusão de ritmos brasileiros com melodias e harmonias jazzísticas e traz em seu repertório, clássicos da MPB e do Jazz, assim como composições próprias. A produção audiovisual do show é de Tiago Lima.

Você confere os shows nos canais dos projetos (Dançando nas Dunas, Bosque Encena e Som da Mata) no Instagram, Facebook e YouTube.

Projetos

Os projetos Bosque Encena, Som da Mata e Dançando nas Dunas acontecem graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão. E contam com o apoio do Governo do Estado, através do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, que cede o espaço do Parque das Dunas, onde estão sendo gravados os eventos.

Serviços:

Dia: 11/09 (sábado)

Evento: Dançando nas Dunas – 16h30

  • Youtube: Dançando nas Dunas
  • Instagram: @dancandonasdunas
  • Facebook: dançandonasdunas

Dia: 12/09 (domingo)

Evento: Bosque Encena – 10h

-Youtube: Bosque Encena

  • Instagram: @bosqueencena
  • Facebook: bosqueencena

Evento: Som da Mata – 16h30

  • Youtube: Som da Mata
  • Instagram: @somdamata
  • Facebook: somdamata
Foto: Divulgação

Studio em Dança, Frozen da Cia Era Uma Vez e Josemar Vidal animam fim de semana

O projeto virtual Dançando nas Dunas deste sábado (4) apresentará, às 16h30, o espetáculo “Studio em Dança”, em mais uma edição virtual. A apresentação é produzida pelo Studio Corpo de Baile, com direção geral de Anna Thereza Miranda e coreografias de Vitória Sousa, Gabriel Soares, Arthur Oliveira e Monir Herts.

O Studio Corpo de Baile é, em sua essência, uma escola para o ensino dos vários estilos de dança que também estimula na formação de profissionais. E, enquanto escola de formação, consciente de sua tarefa de educador, procura formar técnica, intelectual e psicologicamente seus alunos, não somente para a dança, mas, sobretudo, para a vida. Com uma tradição de 24 anos no ensino da dança, a responsabilidade e o profissionalismo são as suas marcas.

Já no domingo (05), às 10h, o Bosque Encena virtual recebe a versão de “Frozen da Cia Era Uma Vez…”, com a participação dos atores Juliana Leitte, Thaynahakan, Kaik Limenzo, Vítor Soares e Miguel Trigueiro.

Prestes a ser coroada rainha, a Princesa Elsa descobre ter poderes sobre o gelo, e o quanto os que estão ao seu redor podem ficar em perigo por causa disso. Assustada, decide se refugiar nas montanhas. E é para lá que a irmã dela, Anna, parte ao seu resgate, ao lado de seus novos amigos Kristoff e Olaf ela vai descobrir o verdadeiro sentido do amor. A produção audiovisual é da Ilha Deserta.

No período da tarde, às 16h30, o Som da Mata virtual apresenta o músico Josemar Vidal (teclado), que estará acompanhado de Mônica Michelly (Contrabaixo) e Diego Medeiros (Bateria).

Nascido em Natal-RN, Josemar iniciou no teclado de maneira autodidata aos 15 anos de idade. Em 2002, começou a estudar teoria musical na Casa Talento e, em 2005, participou do Curso Internacional de Verão da Escola de Música de Brasília (CIVEBRA), onde teve aulas de Harmonia com Ian Guest e Piano Popular com Sean Mackenzie. Em 2008, estudou Harmonia e Improvisação com Manoca Barreto.

Trabalhou em diversas bandas de baile da capital potiguar, bem como participou de gravações de vários artistas do mercado gospel. Hoje, se dedica a gravar e produzir de forma on-line com artistas nacionais e internacionais. A produção audiovisual do show é de Tiago Lima.

Projetos

Os projetos Bosque Encena, Som da Mata e Dançando nas Dunas acontecem graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão. E contam com o apoio do Governo do Estado, através do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente – Idema, que cede o espaço do Parque das Dunas, onde estão sendo gravados os eventos.

Serviços:

Dia: 04/09 (sábado)

Evento: Dançando nas Dunas – 16h30

– Youtube: Dançando nas Dunas

– Instagram: @dancandonasdunas

– Facebook: dançandonasdunas

Dia: 05/09 (domingo)

Evento: Bosque Encena – 10h

-Youtube: Bosque Encena

– Instagram: @bosqueencena

– Facebook: bosqueencena

Evento: Som da Mata – 16h30

– Youtube: Som da Mata

– Instagram: @somdamata

– Facebook: somdamata