Foto: Arquivo Secom

Voos domésticos atingem 80% de nível pré-pandemia

Os voos domésticos já recuperaram 80% dos níveis de passageiros que havia antes da pandemia de covid-19 no Brasil, segundo o ministro do Turismo, Gilson Machado. Em entrevista à Agência Brasil, durante visita à Expo 2020 em Dubai, nos Emirados Árabes, Machado disse que a companhia aérea Azul já até superou seus números pré-pandemia.

“O hub de Recife, por exemplo, já está com 115% de fluxo aéreo. A gente vê também as reservas nos hotéis no final do ano, não tem mais hotel praticamente no Nordeste brasileiro, nos endereços de ecoturismo, no Natal Luz de Gramado e Canela”, afirmou o ministro.

Os voos internacionais, no entanto, ainda estão longe da recuperação. De acordo com Machado, as ligações aéreas com o exterior movimentam atualmente apenas 30% dos passageiros de antes da covid-19.

Gilson Machado chegou a Dubai com a mensagem de que pretende ampliar o número de turistas internacionais que viajam ao Brasil e aumentar os investimentos estrangeiros na infraestrutura de turismo do país. Ele acredita que depois da pandemia, muitos vão querer ter contato com a natureza, que seria um forte ativo brasileiro.

Mas, para isso, seria preciso investir na promoção do Brasil no exterior. “Estamos lutando por recursos para isso, porque a briga pelo turista internacional é briga de cachorro grande. O turismo é dinheiro na veia da economia. A gente vê hoje um país como o México, que tem US$ 500 milhões para divulgar seu país lá fora. Por isso que o México recebe praticamente quase dez vezes mais turistas estrangeiros que o Brasil. Nós estamos lutando junto com o Congresso Nacional, para que a Embratur tenha mais recursos”, acrescentou.

A meta é atingir um patamar de 12 milhões de visitantes internacionais, o dobro do recorde já registrado no país, que foi atingido em 2018, com 6,62 milhões. Nos dois anos anteriores, os números também ficaram próximos de 6,6 milhões. Em 2019, se esperava bater a marca de 7 milhões, devido à isenção de vistos para americanos, canadenses, japoneses e australianos.

Segundo o ministro, no entanto, a crise econômica na Argentina, principal emissor de turistas para o Brasil, representando mais de um terço do total, frustrou as expectativas, e o Brasil recebeu apenas 6,35 milhões de visitantes internacionais.

Agência Brasil

Foto: PMM

Voo inaugural da Azul entre Mossoró e Natal acontece nesta segunda (23)

A Azul Linhas Aéreas começa a operar nesta segunda-feira (23), a nova rota de voos entre Mossoró e Natal. O trajeto será feito com a aeronave modelo ATR 72-600, com capacidade para 70 passageiros.

Os voos terão a frequência de 3 dias na semana, às segundas, quartas e sextas-feiras. Nesses dias, o avião da Azul tem saída prevista do Aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró, com destino ao Aeroporto Governador Aluízio Alves, às 16h, e retornará de Natal para Mossoró às 17h40.

A conquista do voo ligando as duas principais cidades do RN deve fortalecer a interiorização do turismo no estado, fomentando o turismo de lazer e também o corporativo, muito forte na região da Costa Branca, uma das mais importantes economicamente para o Rio Grande do Norte.

Foto: ABIH-RN

Voos domésticos em agosto chegam a 70% do cenário pré-pandemia

As companhias aéreas nacionais tiveram, no mês de agosto, o quarto mês consecutivo de crescimento no número de voos domésticos, com uma média de 1680 partidas diárias, o que equivale a 70% da média de voos no início de março de 2020, antes dos impactos da pandemia de covid-19 no setor.

Os resultados são do levantamento da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), com base em dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ainda segundo a associação, este é o segundo melhor desempenho do indicador desde o início da pandemia, ficando atrás apenas de janeiro de 2021, que registrou 75% da média de voos pré-pademia.

O presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, avalia que a vacinação contra a covid-19 está influenciando na demanda no setor aéreo.

“A imunização está avançando, com boa parte dos maiores de 18 anos já imunizados com a primeira dose em diversas localidades. A chegada da vacina para mais públicos é essencial para mantermos essa escalada nos números”, disse Sanovicz.

Agência Brasil

Foto: ASSECOM/RN

Governo do RN e Azul anunciam novo voo ligando Mossoró à Natal

A segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, Mossoró, passa a ter uma nova conexão de voo operada pela Azul Linhas Aéreas, a partir de 23 de agosto. Serão três frequências semanais – às segundas, quartas e sextas-feiras – nas quais, os viajantes poderão realizar o trajeto de 286 quilômetros, entre Natal e Mossoró, em cerca de 40 minutos pela via aérea.

A nova conexão é fruto do compromisso e empenho do Governo do Estado, junto à Setur/RN, Emprotur e SET/RN. Os voos sairão de Mossoró para Natal, às 16h, e de Natal para Mossoró, às 17h40, os viajantes voarão a bordo de aeronaves modelo ATR 72-600, com 70 assentos.

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte tem trabalhado para desenvolver a economia. Esses novos voos para Mossoró significam a concretização de um trabalho articulado das nossas secretarias junto às companhias aéreas desde 2019. “Fui pessoalmente conversar com a direção de várias companhias aéreas. O que percebemos é que com trabalho e compromisso a economia vai ganhando força. Estamos nos preparando e nos planejando desde o início dessa pandemia com todos os protocolos de biossegurança, para que o potencial do RN, em suas áreas de vocação, como o turismo lazer e de negócios, por exemplo, seja retomado e gere os frutos desse trabalho. Mossoró merece e não vamos parar por aqui. Vamos continuar avançando”, comemora a governadora Fátima Bezerra.

Para o presidente da Azul, John Rodgerson, esse novo mercado faz parte do plano de fortalecimento das ligações domésticas da companhia e acontece em parceria com o governo do Rio Grande do Norte, que vem pleiteando a operação junto à companhia. “Havia um pedido da região para que pudéssemos avaliar a viabilidade de operar um voo entre Mossoró e a capital do estado. Com a retomada de nossas operações ao longo do segundo semestre e a consolidação dos voos que já operamos entre Mossoró e Recife, entendemos que este é o momento de apostar no potencial desta nova rota para Natal. Além de conforto e comodidade, essa nova ligação da Azul também vai ajudar a impulsionar os negócios entre a capital e o interior do Rio Grande do Norte, que passa a ser conectado também pelo modal aéreo”.

As passagens já estão à venda em todos os canais da companhia a partir de R$129,63 e os novos voos seguirão todos os protocolos de higiene adotados pela empresa desde o início da pandemia.

VÍDEO: Em parceria com linhas aéreas, Governo amplia destinos e número de voos no RN

Na semana passada, as equipes da Secretaria de Turismo e da Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur), participaram de quatro reuniões com a Gol linhas aéreas e com a Itapemirim. Durante as reuniões, as equipes do governo do estado ajustaram o início de novas operações aéreas para os próximos meses, com voos vindos dos aeroportos de Congonhas, Salvador e volta do voo de Fortaleza, que já começam em julho.

Com a ampliação, o Rio Grande do Norte recebe um incremento de aproximadamente 79% a mais no número de voos, somente em junho pela Gol. A expectativa é que o turismo potiguar se recupere frente à situação da pandemia.

VEJA VÍDEO ABAIXO:

Foto: Azul Linhas Aéreas

RN vai ganhar novo voo ligando Natal a Mossoró pela Azul Linhas Aéreas

A Secretária de Turismo do Estado (Setur/RN) Aninha Costa, o presidente da Empresa Potiguar de Promoções Turísticas (Emprotur) Bruno Reis, e o coordenador de Inteligência da Emprotur, Leonardo Seabra, encerraram agenda em São Paulo reunidos com a Azul Linhas Aéreas.

No encontro ocorrido na manhã desta quinta-feira (27), a companhia apresentou aos gestores a ampliação da oferta de voos para o Rio Grande do Norte em importantes polos emissores para o estado, como Minas Gerais (Uberlândia e Confins) e interior de São Paulo (Campinas e São José do Rio Preto). Além da confirmação do início da operacionalização do voo ligando a capital Natal à Mossoró, que está previsto para iniciar em agosto deste ano.

A concretização de um voo ligando os dois aeroportos do estado foi um pedido da governadora Fátima Bezerra à Azul no ano passado quando esteve presencialmente com os diretores da companhia. “A Azul linhas aéreas cumpre um papel muito importante para a economia do Rio Grande do Norte, pois é a única que opera no aeroporto Dix Sept Rosado, em Mossoró. Esse voo, tão esperado, ligando as duas principais cidades potiguares dará um impulso ao turismo de lazer e de negócios facilitando o acesso à região da Costa Branca potiguar”, comemorou Aninha Costa.

Paralelo ao trabalho de articulação para ampliar a oferta de voos da Azul Linhas Aéreas para o RN, a Emprotur dialoga com a Azul Viagens na construção campanhas de marketing cooperado, com o intuito de promover a retomada do turismo, beneficiando toda a cadeia produtiva do setor. “O Rio Grande do Norte já mostrou que está preparado para receber o turista nesse novo momento. O cumprimento de protocolos de biosseguranças é uma exigência que oferece segurança aos moradores e visitantes. Somos abençoados com lugares isolados e paradisíacos, locais em total contato com a natureza e o distanciamento necessário que o momento exige. Tudo que o viajante atualmente busca, ele encontra aqui”, destacou Bruno Reis.

Participaram do encontro Marcelo Bento, diretor de Alianças e Relações Institucionais, Giuliana Mesquita, gerente de Produtos da Azul Viagens e Ronaldo Veras, assessor da Presidência da Azul Linhas Aéreas.

Foto: SETUR RN

Azul retoma voos regulares ligando Recife à Mossoró

Respeitando todos os protocolos de biossegurança, o Governo do RN celebra a reabertura do aeroporto Dix-Sept Rosado, em Mossoró. O batismo da primeira aeronave a pousar em solo mossoroense, nesta segunda-feira, 1º de março, marcou a solenidade de reabertura. O retorno do voo da companhia Azul Linhas Aéreas é fruto de uma agenda de articulação da Governadora Fátima Bezerra, em conjunto com a Secretaria de Turismo (Setur), a Empresa de Promoção Turística (Emprotur) e a Secretaria de Tributação (SET), junto ao CEO da Azul Linhas Áereas em outubro do ano passado, em São Paulo/SP.

“Não medimos esforços para criar medidas a fim de mitigar os impactos causados pela pandemia. Montamos uma força-tarefa com o objetivo de solucionar os entraves para possibilitar o retorno dos voos. Ver a retomada, com todos os protocolos de segurança sanitária sendo cumpridos, marca também o retorno do turismo, uma das principais atividades econômicas do nosso estado”, disse a governadora Fátima. 

Representaram o Governo do Estado do Rio Grande do Norte, na solenidade, a secretária de turismo, Aninha Costa, o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis e o diretor-geral do DER, Manoel Marques.

“O retorno desse voo foi um pedido da nossa governadora, ao presidente da Azul quando o visitamos em São Paulo. É um importante incremento para o turismo neste momento de retomada, pois fomenta o turismo de lazer e também o corporativo, muito forte nesta região que é uma das mais importantes economicamente para o Rio Grande do Norte. Esse voo é mais uma opção para aqueles que desejam conhecer essa bela região da Costa Branca potiguar, destacou Aninha.

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, destacou que todos os protolocos de biossegurança estão sendo rigorosamente cumpridos. “Diante da pandemia do coronavírus, estamos adotando todas as medidas para preservar as vidas de todos. Estamos reconectando Mossoró ao mundo e faremos com muita responsabilidade”, ressaltou.

A partir de agora o aeroporto Dix-Sept Rosado passa a atuar com três frequências semanais (segundas, quartas e sextas), um importante incremento na malha aérea Rio Grande do Norte. Alessandra França e Gabriela Madeira, trabalham no setor comercial de uma importante indústria brasileira, estavam no primeiro voo. “Viajamos frequentemente para Mossoró a trabalho e o aéreo economiza muito tempo e desgaste físico. Ficamos muito felizes com o retorno”, comemorou, Alessandra.

Foto: EMPROTUR

RN encerra 2020 com estimativa crescente de passageiros e voos no Aeroporto

O início da alta temporada no Rio Grande do Norte prevê o desembarque de 165 mil passageiros no Aeroporto Internacional de São Gonçalo em dezembro, apontam dados da Empresa de Promoção Turística Potiguar (Emprotur). Os números consideram a média de crescimento mensal do segundo semestre e o histórico de ocupação das aeronaves no mês. Em comparação a julho, por exemplo, o aumento dos voos é de 365%. 

Estão programados 1.139 voos para este mês, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), com um crescimento de 33% nos voos em relação a novembro. Dezembro mantém uma trajetória ascendente de recuperação da malha aérea do Rio Grande do Norte e encerra o ano com cerca de 68% da oferta de voos e assentos em comparação a 2019. 

Apesar de o tráfego aéreo ser um dos setores mais afetados pela pandemia, a implementação de protocolos de segurança sanitária permitiu que as viagens fossem retomadas. Desde então, o RN tem trabalhado em paralelo na ampliação da malha aérea e em ser um destino seguro para turistas e moradores.  

Para o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis, o crescimento é o indicativo de que o Plano de Retomada do Turismo do RN está sendo bem executado. “O restabelecimento cada vez mais marcante da malha aérea é uma percepção valiosa para entender de que modo o Rio Grande do Norte trabalha para superar a crise. A alta temporada começa em dezembro e nosso foco é oferecer a melhor e mais segura experiência para os turistas e também garantir a segurança da população”, ressalta Reis.  

MAIS SOBRE DEZEMBRO

Neste mês, o Aeroporto Internacional de São Gonçalo está conectado a 12 aeroportos de 8 estados, incluindo-se Guarulhos, Rio Galeão, Confins, Viracopos, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza. O documento da Inteligência da Emprotur também verifica que, no último mês de 2020, todas as companhias aéreas ampliaram sua oferta. Além disso, a partir de 18 de dezembro ocorre o retorno dos voos diários de Congonhas; a ligação com Salvador também passa a ter voos todos os dias.

Governo articula com a Latam novos voos para exportação de frutas

O Governo do Estado obteve nesta quarta-feira, 18, o compromisso da Latam Linhas Aéreas em viabilizar voos para o transporte de cargas para os mercados internacionais a partir do aeroporto de São Gonçalo do Amarante. Em reunião virtual com o diretor da Latam Cargo, Alexandre Silva, a governadora Fátima Bezerra mostrou o potencial de exportação de frutas do Estado que é de 550 contêineres com 25 toneladas cada um por semana.

“Estamos tratando de trabalho, de emprego e desenvolvimento. Precisamos de confluências e convergências.  O RN tem forte protagonismo na fruticultura no Brasil e não pode continuar enfrentando dificuldades com voos para exportar a produção. O nosso aeroporto tem instalações adequadas, o governo dialoga e é favorável aos investimentos, aos negócios, e temos produção. Por tudo isso buscamos soluções de curto e médio prazos”, informou a governadora a Alexandre Silva.

O diretor da Latam Cargo se comprometeu a contemplar o RN nas escalas de voos extras e ofertar capacidade de transporte de 48 toneladas de frutas para a Europa na frequência de duas ou três vezes por semana. O resultado dos estudos neste sentido será apresentado por Alexandre Silva em cinco dias. Ele ainda se comprometeu a estudar a inclusão do Estado nas rotas aéreas de carga da Latam a partir do início de 2021. “Esta sugestão do Governo do RN é importante para a cadeia produtiva e para a Latam também”, afirmou.

Além do transporte de frutas, a rota de cargas no RN pode também se beneficiar das grandes exportações de pescado (atum e camarão) que têm como maior destino os EUA e o Japão. Atualmente 85% das exportações de atum do Brasil são realizadas a partir do RN. A rota de cargas também pode favorecer a companhia aérea com a importação de peças e componentes para os parques eólicos. O Estado tem 160 parques em operação, que demandam peças para manutenção, e tem 20 parques em processo de construção. “Além de todo este potencial já em exploração temos ainda muito para ser desenvolvido na geração de energia limpa em terra e mar”, enfatizou Fátima Bezerra.

As iniciativas para trazer linhas aéreas para exportar a produção a partir do aeroporto de São Gonçalo do Amarante foram determinadas pela governadora e têm à frente os secretários de estado da Agricultura e Pesca, Guilherme Saldanha, do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado e da Tributação, Carlos Eduardo Xavier.

Para a reunião com o diretor da Latam, Fátima Bezerra esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, dos secretários citados e de representantes do setor produtivo e da iniciativa privada como Ibernon Martins, superintendente da Inframérica, empresa que administra o aeroporto; Alexandre Duarte, diretor da Fermac Cargo Exportação Aérea; Antônio Vale, gerente local da Fermac Cargo; José Maria Barberá Munhoz, vice-diretor da Bollo Brasil, representando o Comitê Executivo da Fruticultura do RN; Alexandre  Teles, gestor do terminal de cargas da Inframérica; e Fernando Menezes, da Union of Growers of Brazilian Papaya (UGBP Exportadora).

Foto: Guia Dantas/ASSECOM/RN

Governo e empresas discutem retomada de voos para o RN

A retomada da atividade turística no Rio Grande do Norte a curto, médio e longo prazo, mantendo as medidas de segurança sanitária, foi o foco da agenda de trabalho capitaneada pela governadora Fátima Bezerra durante esta quarta-feira (21) em São Paulo. A equipe de Governo chefiada por Fátima visitou ao longo do dia quatro das maiores empresas que operam em solo potiguar – CVC e as aéreas TAP, Gol e Latam – para discutir as medidas necessárias no reaquecimento de uma das principais cadeias econômicas do estado.

“O Governo está trabalhando para desenvolver o Rio Grande do Norte e para isso o turismo é central. Mesmo nesta pandemia seguimos atuando fortemente junto aos operadores da área para desenvolver políticas de auxílio ao setor, com foco na retomada que já está se iniciando. Por isso viemos a São Paulo coordenar essas parcerias com as empresas”, destacou a governadora Fátima Bezerra. 

A chefe do Executivo esteve acompanhada dos secretários de Estado Ana Maria Costa (Turismo) e Carlos Eduardo Xavier (Tributação) e o diretor-presidente Bruno Reis (Emprotur). Nos encontros, o grupo destacou para as empresas medidas como a prorrogação da redução do ICMS da energia elétrica para os meios de hospedagem de 25% para 12% até dezembro de 2021, o programa Turismo Cidadão e as linhas de crédito da Agência de Fomento exclusivas para o setor turístico.

Um dos pontos da retomada já pode ser visto com o trabalho que vem sendo realizado com o grupo CVC, que foi um dos temas da primeira reunião do dia com os diretores Claiton Ferreira (produtos nacionais) e Sylvio Ferraz Junior (sourcing). A campanha montada em agosto pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e a Empresa Potiguar de Promoção Turística (Emprotur) em parceria com a CVC colocou o RN no topo dos destinos mais procurados na região Nordeste.

“A presença da governadora nessas agendas mostra o compromisso desse Governo com turismo. Foram reuniões muito produtivas, tendo como foco o aumento no número de assentos e incremento da malha aérea para o Rio Grande do Norte, além de parcerias na promoção do destino.”, pontuou a secretária Ana Maria Costa.

*AÉREAS*
O dia de trabalho do Governo junto às empresas foi focado na ampliação da malha aérea para o Rio Grande do Norte.

Na reunião com a TAP, representada pelo diretor geral na América do Sul Mário Carvalho e equipe, o Governo e a companhia aérea discutiram estratégias para o retorno mais breve possível dos voos entre Lisboa e Natal.

A Gol Linhas Aéreas, que se fez presente à reunião com a vice-presidente de comercial e marketing Eduardo Bernardes e equipe, confirmou a ampliação na frequência de voos de Fortaleza-CE, Salvador-BA, Brasília-DF e Guarulhos-SP, além de duas frequências diárias partindo de Congonhas-SP em janeiro de 2021. 

Contando com a participação do diretor tributário Bruno Alessio e demais membros da equipe, a Latam também confirmou o aumento nos voos para a temporada, partindo de Guarulhos e Brasília, aumentando assim a conectividade do RN com os principais aeroportos do país.

Em relação a abril deste ano (o primeiro mês completo com impacto da pandemia), o aumento de oferta de assentos no Rio Grande do Norte em outubro já é superior a 600%.

Nesta quinta-feira (21), a equipe do Governo encerra a agenda junto às empresas com uma reunião na sede da Azul Linhas Aéreas.